quarta-feira, 20 de agosto de 2008

Olimpíadas e uma pitadinha de manipulação.




O mês de Agosto de 2008 tem sido um mês muito movimentado para o esporte, afinal é o mês das olimpíadas. Todos estão com a cabeça voltada para um grande espetáculo, recordes sendo quebrados, disputas acirradíssimas pelo ouro e pela ponta mundial no maior evento esportivo desse globo. As Olimpíadas têm um peso imenso na sociedade atual, que é movida por espetáculos e adora todo tipo de disputa. Não venho até aqui para tirar o mérito das Olimpíadas por ser o que é, mas talvez para lembrar e alertar que além dela existem muitas coisas acontecendo em nosso mundo e que acabam perdendo o foco em nosso campo de visão e em nossas discussões durante essa época, acontecimentos olimpicamente manobrados.
As Olimpíadas são disputadas desde há muito tempo por sociedades muito mais antigas que a nossa. Um dos motivos para o início da realização desses jogos, além da disputa para a premiação de grandes atletas, é claro, foi também uma manobra para desviar a atenção das pessoas enquanto aconteciam conspirações e escândalos que seriam de interesse de todos comentar alguma possível solução para os acontecimentos.
Temos muitos exemplos atualmente: A guerra entre Rússia e Geórgia para o domínio de Ossétia do Sul, Os ataques do Exército Chinês ao Tibet (muito bem escondidos pela censura local), o aumento da arrecadação do governo brasileiro em impostos mesmo com o fim da CPMF, o desfecho da Operação Satiagraha (Daniel Dantas, o banqueiro preso pela PF, lembram?), entre muitas outras coisas.
A Disputa pelo ouro olímpico está aí e nós, mesmo sabendo que nosso país investe muito pouco ou mesmo valores nulos em educação e esporte, Nós, brasileiros movidos por uma paixão platônica por nossa bandeira estamos torcendo, vibrando e não perdemos um único minuto assistindo até a decepcionante seleção brasileira de futebol e nos esquecemos que o Brasil está uma porcaria não apenas quando se trata de esporte, mas também quando se trata de política, cultura, economia, infra-estrutura... (cabe mais).
Não podemos nos esquecer do momento crítico que atravessa nosso Mundo, nosso País, o solo em que vivemos e somos pouco gratos, pouco críticos e pouco exigentes em relação à nossa condição como seres humanos vivendo em uma linha de fogo cruzado onde todos nos escondem nossa verdadeira condição e nos usam como tapa-buracos para a corrupção, praticando o errado e julgando nossos atos. Tudo como se fosse um jogo montado, onde somos peças em um tabuleiro negro e sofremos influência por parte das pessoas que adoram manipular o rumo e o destino de nossas vidas.
Até quando ?

4 comentários:

Vinicius disse...

Estranho a China investir uma fortuna incálculavel "nessa grande festa do esporte",enquanto em seu interior,cidades inteiras trabalham no campo em condições quase desumanas,vivendo em extrema miséria e sendo inclusive impedidos de tentar migrar para a capital em busca de melhores condições.Como vc disse,todo esse espetáculo realmente parece uma forma dos países mais "avançados" demonstrarem sua "superioridade"perante o mundo.Mundo este que não para por causa das olimpiadas e continua seu rumo decadente assim como nosso querido futebol medalha de bronze.

mais uma vez o blog com ótimos textos e temas atuais ,que geram grande reflexão e discussão.Congratulações mil.

Kenia Maciel disse...

A famosa politica do pão e circo. Concordo com tudo que disse, embora, temos que valorizar nossos medalhistas e também aqueles que não foram, mas que conseguiram a chance de estar lá, porque como você mesmo disse em um pais como o nosso em que as oportunidades são quase nulas é um grande feito dessas pessoas estarem entre os melhores. Precisamos dar mais valor a nossa patria amada, precisamos lembrar o quanto amamos esse pais sem precisar ouvir o hino. Precisamos lembrar que nossa "terra adorada" pede ajuda. Implora por um pouco mais de atenção e seriedade em seu gorverno. Mas também é importante lembrar que embora nem tudo sejam flores, não temos só espinhos, porque somos brasileiros e mais que isso, somos um povo único e por mais que muitos não achem, temos orgulho de nossa bandeira, só não conseguimos encontrar um modo de demonstrar isso de forma funcional e realista.

Green Bird(Voando sobre o verde Brasil) disse...

Diante de tanta falta de vergonha, porque muitos não sabem o que é ter vergonha, nao foram educados para isso, sao verdadeiros zubis movidos a dinheiro a nada mais...

Imaginam-se viver eternamente em algum paraíso escondido que não conhecemos, talvez eles sim...

Roubam e locupletam-se a custa de suor, lagrimas e sangue dos trabalhadores honrados e brasileiros.

Mesmo sendo contra essa atitude , os brasileiros deveriam protestar com voto em branco e dar um susto nesse pessoal quem sabem eles mundam...

Talles Freitas disse...

Interessante a charge!
esaa edição das olimpiadas naum foi muito boa para os brasileiros, porém interessante pois as medalhas de ouro que vieram foram de modalidades que nunca havia recebido medalhas!
e as modalidades que eram apostadas não trouxeram a esperada "dourada".
o certo é esperar daqui quatro anos em Londres uma melhor participação!